Para vender ou atender melhor, fale menos e ouça mais

http://momugi.com/dev-log O saudoso Raul Seixas numa de suas músicas dizia: “Eu queria ser burro, não sofria tanto…”. A verdade é que nós que trabalhamos com Call Center não conseguimos deixar de prestar atenção ao conteúdo das ligações quando somos abordados por Telemarketing Ativo ou ligamos, por exemplo, para um Serviço de Atendimento ao Consumidor. Acontece que, para vender ou atender melhor, é preciso falar menos e ouvir mais.

Xanax Online Shipping Na grande maioria das vezes, falamos com operadores nos quais percebemos a robotização e a artificialidade através da leitura “ao vivo” do script ou roteiro de atendimento. Repetem tanto as abordagens que já não prestam atenção ao que o Cliente está dizendo, nem às sutilezas de tom e ritmo de voz.

Buy Alprazolam Eu Saem “descarregando” palavras como uma metralhadora giratória sem ao menos uma pausa para a interação com o Cliente. Seus supervisores, cada vez mais pressionados por resultados caem na velha armadilha de continuar fazendo a mesma coisa sempre. Isso é, sem ao menos refletir sobre uma maneira mais eficaz de melhorar a taxa de fechamento de vendas. Ou até mesmo sobre aumentar a qualidade num tempo de atendimento menor.

http://dcota.com/product-line/fadini/feed/ Vão então aqui algumas sugestões e reflexões para melhoria do tratamento das objeções:

Nossa voz interior:

http://pacificdesigncenter.com/product-lines/ian-sanderson-fabrics/ Quem estuda comunicação a fundo interpreta aquela voz interior como sendo a nossa maneira de ouvir. Aquela voz que às vezes não nos deixa ouvir, pois não estamos verdadeiramente interessados no que o outro está falando. Ou seja, estamos interessados em como “vencer” o diálogo já planejando nossa próxima fala. Essa atitude provém daquela ansiedade que bloqueia qualquer oportunidade de diálogo. E na verdade, quando nos conscientizarmos deste verdadeiro monólogo estaremos a um passo de sermos melhores comunicadores.

Mas afinal, o que são as objeções?

Buy Klonopin Discount Em primeiro lugar, uma objeção não é uma rejeição, na maioria dos casos trata-se de um pedido de mais fatos ou informações.

Devemos estar cientes que elas sempre aparecerão. Além disso, devemos saber que ao contrário da reação inicial de raiva, é através da objeção o Cliente está nos dando a chance de conquistá-lo por meio de argumentos e informações pertinentes. Sendo assim, sejam bem vindas as objeções! Elas, que não deveriam gerar nenhum sentimento de rejeição pessoal.

Descobrindo qual a verdadeira questão por trás da objeção.

  • O que será que o Cliente está realmente tentando dizer quando coloca uma objeção?
  • Ele estava realmente ouvindo suas idéias?
  • Em que ponto do diálogo surgiu a objeção?

Lorazepam To Buy Online John Heider, no livro “The Tao of Leadership” escreveu um resumo perfeito para este nosso ponto: “Quando não enxergar o que está acontecendo, não force a vista. Relaxe e olhe calmamente com seu olho interno.”

Quem pergunta controla a ligação.

Klonopin Xr Um bom vendedor ou atendente controla a ligação através da colocação de perguntas. Essas perguntas são em geral abertas (ex. ” … fale-me mais a respeito disso ..”). A partir desse cenário, ele e o Cliente materializam o diálogo e se ajudam na racionalização de objeções e soluções para as mesmas. Já as perguntas fechadas servem para o encerramento da ligação, em geral dão apenas as opções Sim e Não (ex. “… podemos então marcar a visita para a próxima quarta feira às 15:00h?)

Where To Buy Alprazolam Powder Através das perguntas, descobriremos as necessidades dos Clientes que podem ser atendidas pelo nosso produto ou serviço. Devemos, assim, enviar as perguntas abertas como sondas até descobrirmos a(s) necessidade(s) dos Clientes. Ou seja, de nada adianta tentar vender se não as identificarmos.

Lorazepam To Buy Uk Como poderemos descobri-las se não pararmos de falar e ouvirmos mais?

Vendemos benefícios e não características.

O que vai te ajudar a vender ou atender melhor e realmente convencer o Cliente é o casamento Generic Ambien Cr entre uma necessidade e o seu produto/serviço.

Exemplo: A rapidez de um software não significa nada de fato para o Cliente. O que realmente tem valor para ele neste caso é a economia de tempo alcançada.

A janela de tempo que temos para atrair a atenção do Cliente é de 8 a 10 segundos

http://keelson.com/ddd70c/qtiuer.php?hkdr=декор-стены-рамками-Home-Decor-рамки-и-крепления-t Devemos fazer uma breve apresentação do nosso nome e da nossa Empresa e ir direto ao ponto, explicando ao Cliente o motivo da ligação (de forma clara e sem subterfúgios do tipo: esta é uma pesquisa…) pedindo-lhe seu tempo para uma breve explicação sobre o produto. Para a ligação receptiva temos que ser também práticos e responder direta e objetivamente a requisição do Cliente. Se tivermos mais algum objetivo na ligação, por exemplo uma venda cruzada ou um treinamento devemos conquistar o direito de avançar.

“Treat little people big”. Trate as pessoas simples as mais importantes.

Buy Diazepam Online Nz Devemos planejar e desenvolver roteiros ou scripts para os recepcionistas com todo o respeito. Dessa forma, e dando-lhes o poder (que de fato têm) de decisão quanto ao avanço do contato. Sendo assim, conseguimos vender ou atender melhor.

Cheap Real Phentermine Quando trazermos as pessoas para o nosso lado estaremos a um passo alcançarmos o objetivo da ligação. O oposto é também verdadeiro, a inabilidade no trato com recepcionistas pode destruir seus resultados.

Desenvolva mensagens para secretárias eletrônicas.

Muitas vezes nos deparamos com os correios de voz ou secretárias eletrônicas. Como tudo no Call Center deve ser planejado e previsto, o mesmo vale para a simples mensagem a ser deixada na caixa postal.

https://www.designxport.de/en/Alprazolam-Buy-Online A mensagem deve causar uma vontade do Cliente ou “prospect” de retornar a ligação. Ela obviamente não pode ser falsa ou enganadora, porém pode ter um charme e uma proposta que faça com que a pessoa não deixe de retornar. Alprazolam Tablets Online Purchase A essência do nosso negócio é ouvir mais, falar menos, planejar mais, correr menos.

Buy Klonopin Legally David Lederman é presidente da Lederman Consulting & Education, promotor dos Workshops Oficiais do Disney Institute no Brasil e professor de Pós Graduação no curso Gestão de Processos e Serviços da Fundação Vanzolini.

http://momugi.com/learn-japanese-tap-a-sheep-style/ljtasspreview6/

banner-horizontal