Os 7 Problemas mais comuns nas empresas

Quais são os problemas mais comuns nas empresas? Uma empresa depende de processos bem estruturados através dos quais membros satisfeitos e qualificados possam entregar produtos ou serviços de qualidade. Assim, clientes saem satisfeitos e fidelizados e, consequentemente, outros clientes chegam. Esse é o mapa perfeito para o sucesso de qualquer empresa. No entanto, como não somos robôs, uma série de obstáculos aparece no caminho de qualquer empreendedor. Em qualquer parte desse “mapa”, problemas comuns atrapalham o funcionamento ideal da empresa. Não existe fórmula mágica, exata, para resolvê-los. Por isso, o blog da Lederman Consulting & Education elaborou este texto com os 7 problemas mais comuns nas empresas.

#1 Falta de engajamento dos membros e insatisfação

Nada pode ser pior que ter que membros infelizes. A empresa depende, fundamentalmente, de quem trabalha nela. São as pessoas que personificam o que é a instituição. Para que isso seja positivo, elas precisam ser felizes. Isso se reflete diretamente no trabalho entregue. Realize pesquisas, converse informalmente ou formalmente, procure descobrir o que está acontecendo. Se o problema é com poucos membros, isso é sinal que problemas particulares podem estar inteferindo – mas não se engane! A empresa pode fazer muito por seus membros, mesmo no âmbito pessoal. Se o problema for generalizado, é sinal de que algo anda errado com a empresa como um todo. Se o problema for generalizado, é sinal de que algo anda errado com a empresa como um todo e precisamos melhorar o trabalho em equipe.

#2 Trabalho entregue não é satisfatório

Se o produto ou serviço que sua empresa oferece não é bom, dois motivos podem explicar esse problema: incompetência ou problemas nos processos. Se seu processo de seleção for deficiente, pessoas que não estão aptas para os cargos que elas ocupam ou que não correspondem às expectativas da empresa podem acabar entrando e não desempenhando o que se espera delas. Foque na melhora do processo seletivo, mais rigoroso ou mais específico. Caso os problemas sejam nos processos internos, remapeie a empresa, chame os funcionários para colaborar. Ninguém melhor do que quem trabalha todos os dias para apontar os erros e os pontos de melhoria. Por exemplo, todos os funcionários são membros do elenco na Disney e são selecionados por atitudes e não somente por aptidão.

Caso os problemas sejam nos processos internos, remapeie a empresa, chame os funcionários para colaborar. Ninguém melhor do que quem trabalha todos os dias para apontar os erros e os pontos de melhoria.

Three women in office working with laptop

#3 O clima na empresa é ruim

O clima ruim pode ser por causa da insatisfação ou ser ocasionado por causa da forma como as coisas acontecem. Por isso, esse é um dos problemas mais comuns nas empresas. Nessa hora, é a vez de os líderes reverem como tratam os funcionários, de que forma as demandas chegam a eles, como são dadas as ordens e como eles se sentiriam caso fossem os membros. Uma bronca dada na frente dos outros, uma forma ríspida de se dirigir, tudo isso é o suficiente para mudar sensivelmente o ambiente, a atmosfera de uma empresa. Então, tenha toda atenção possível nesse aspecto!

#4 Empresa não sabe onde quer ou como quer chegar

Um navio sem capitão. Muitas empresas que conseguem sobreviver aos tensos primeiros anos chega em um momento e pensa: e agora? O que falta é planejamento. Chame um especialista (a Lederman, por exemplo), revise o modelo de negócios e estabeleça um planejamento estratégico. Nele, você vai desdobrar tudo: sua visão, suas metas e até seu cronograma. A ideia do planejamento estratégico é guiar sua empresa por um tempo determinado e fazer com que ela atinja resultados. O modelo de negócios define quem sua empresa é e o planejamento estratégico para onde vocês querem ir. Os dois são fundamentaisDevemos, por exemplo, fazer Marketing e Vendas trabalharem juntos.

#5 Falta de transparência nas decisões

Em alguns momentos, uma empresa não pode simplesmente consultar todos os membros para decidir qual a melhor solução para um impasse. Nessas horas, criação e banco de dados devem andar juntos. Chama também a responsabilidade e decide. No entanto, uma decisão que cai do céu de uma hora para a outra pode causar confusão. Tire tempo para explicar o que aconteceu, seja compreensivo com as críticas, mas deixe claro seu raciocínio e posicionamento para ter pensado daquela forma. A transparência não deixa margem para interpretações erradas que, muitas vezes, descambam para a fofoca e arruína o clima da empresa e a satisfação dos funcionários.

Cursos Lederman Consulting

#6 Inflexibilidade

Existe, sinceramente, a necessidade de os funcionários trabalharem em uma quarta-feira de cinzas, por exemplo? Haverá demanda? Se sim, converse e explique o porquê. Senão, libere-os. Seja flexível com pedidos, entenda a importância que eles podem ter para os membros da sua empresa. Não estamos falando que você deva ceder sempre, isso não pode acontecer. Mas tomar cuidado com a inflexibilidade influencia muito na maneira como seus liderados te veem.

Trate-os como adultos que são e terá respostas adultas. Prepare-os bem antes de colocá-los na linha de frente. Na Disney, por exemplo, ninguém entra para trabalhar sem passar pelo curso de Tradições. Dê autonomia controlada para que também tenham flexibilidade no trato com os clientes.

#7 Gestão do conhecimento

A gestão do conhecimento é um dos problemas mais comuns nas empresas. Como reter o conhecimento gerado e adquirido pela companhia e transmiti-lo ao funcionário que é novo ou que ainda não domina a informação? Invista em workshops, cursos e treinamentos, tenha uma forma de documentar o que foi aprendido para que sirva de consulta. As empresas perdem muito tempo tentando reaver o conhecimento que se foi com um membro que saiu. Esse tempo pode ser economizado com uma espécie de catálogo de conhecimento. Essas são apenas algumas dicas para solucionar os problemas mais comuns nas empresas. Existem dezenas de outros problemas e centenas de outras soluções. A Lederman é especialista nesse campo e pode te ajudar.

Gostou deste artigo? Leia também:

 

David Lederman é presidente da Lederman Consulting & Education e organizador dos Workshops Oficiais do Disney Institute no Brasil. Fundador da Escola Nacional de Qualidade de Serviços (ENQS), Professor na Fundação Vanzolini no Curso de Especialização em Administração de Serviços – CEAS e Professor no MBA em Administração, Finanças e Geração de Valor na disciplina “Excelência em Serviços e Fidelização de Clientes” da PUCRS.

Para saber mais sobre Qualidade de Serviços Disney e Inovação e Criatividade Empresarial Pixar, veja nossos cursos presenciais no Brasil e em Orlando: Clique aqui.

Para saber mais sobre a metodologia de como transformar sua empresa num negócio “age friendly” (amigável ao idoso) entre em contato conosco faleconosco@ledermanconsulting.com.br

Aplicando na Prática o Jeito Disney de Encantar Clientes: agora online. Consulte a data na agenda.

Lições de Criatividade Estilo Disney/Pixar: agora online. Consulte a data na agenda.

 

banner-horizontal